Encontros

Relacionamentos coreanos

Encontro às 44974

Murilo Basso, especial para o E-Investidor 15 mulheres e 15 homens, de diferentes idades e profissões, submetem-se a uma série de encontros às cegas com o objetivo de encontrar um par para ficar junto o resto de suas vidas — ao menos em teoria. Depois de feita a proposta de casamento, os participantes se conhecem, enfim, e se mudam para o mesmo apartamento. Nesse período, convivem a família do noivo e da noiva e, importante, exploram as condições de vida do parceiro. É apenas depois disso que eles se casam de fato.

Pessoas online agora

Singelo assim. Fiquei pensando o que eu tinha feito de errado. Machucou muito. A gente atrai o que transmite, certo? A resposta me surpreendeu! Você é 'a' menina, mas às vezes escolhe o tipo errado. E continuou: 'Eu lembro quando entrou na salão pela primeira vez, com calça jeans rasgada, casaco de couro e cachecol. Pensei: nooooosssa que gata!

Navegação de Post

Vamos falar sobre esse tema muito sentimental e também sobre um tabu quanto a homossexualidade. Na Coreia do Sul, a maior parte opta por copular sua alma gêmea através de amigos. Outra forma popular, é o famoso encontro às cegas. As pessoas se encontram nas escolas, trabalho, etc. Um grupo de amigos encontram-se com um grupo de amigas para ter um bom tempo e se conhecerem preferível. Este é um encontro muito interessante, onde ambas as partes têm expectativas de casamento desde o início, principalmente os pais. Pode ser um exagero até para os coreanos, mas a grande maioria dos casais tem quanto hobbies esse tipo de relacionamento. Em alguns países o casal apenas celebra o ano que passou junto, no Brasil o primeiro ano de namoro é celebrado até mensalmente, mas na Coreia, é um pouco diferente. Convencedor que existem pessoas solteiras que moram sozinhas, aí a escolha é de cada um.

Leave a Reply

Your email address will not be published.