Livres

Seis apps e sites de paquera estilo Tinder para o público LGBT

Procuro sexo 35546

Isto é importante! Nessa categoria, você tem que ser maior do que 18 anos e aceitar as seguintes regras: 1. Se você quiser colocar um novo, tem de eliminar o antigo primeiro. Permitimos imagens de semi-nudez mas a zona genital tem de estar completamente coberta. É permitido divulgar o seu cachê. Classificados Brasil Mullher procura mulher. Lista Fotos. Filtrar resultados.

Menu de navegação

Por Bruno Soares, para o TechTudo. O Match Group — dono de aplicativos de relacionamento como o Tinder — lançou, em agosto, o Femmeapp de paquera voltado para mulheres lésbicas e bissexuais. Tinder Gold vs Tinder Plus; veja as diferenças entre as duas versões.

Plataformas ajudam pessoas trans lésbicas bissexuais e gays a encontrar parceiros.

Foi em que a polícia nova iorquina agrediu, humilhou e deteve frequentadores do Stonewall, um bar que servia de ponto de encontro para gays, lésbicas, bis e trans. Era ali que pessoas da comunidade se encontravam para relaxar, tomar uns drinks e, convencedor, flertar. Foram seis dias de protestos em confrontos com a polícia, numa luta que se tornou menos sobre um bar e mais sobre o direito de ser LGBT. A homofobia inegavelmente continua existindo. Hoje temos os apps. Abaixo, listo alguns dos apps focados em cada um dos grupos da sigla LGBT.

Eu aceito é recebo vc como ô presente do universo para mim

Leste artigo foi visualizado 43 vezes. Por favor, acesse o site com seu nome de utilizador ou e-mail para continuar. Conta do wikiHow.

Leave a Reply

Your email address will not be published.